Desafios da Adoção da Inteligência Artificial por Gestores C-Level

Publicada em: 9 de janeiro de 2024

Equipe de Redação

Equipe de Redação

to-br-blog-2024-DESAFIOS-DA-ADOcaO-DA-INTELIGeNCIA-ARTIFICIAL-POR-GESTORES-CLEVEL

A adoção da Inteligência Artificial (IA) por grandes corporações representa um marco transformador no mundo dos negócios, especialmente do ponto de vista dos gestores C-Level. A compreensão das capacidades da IA e a sua integração eficaz nas operações diárias são essenciais para manter a competitividade e inovação. No entanto, essa jornada vem repleta de desafios que precisam ser cuidadosamente geridos.

Primeiramente, é crucial entender o que a IA pode e não pode fazer. Os líderes devem ter uma compreensão realista das capacidades da IA evitando tanto o ceticismo excessivo, quanto expectativas irrealistas. Isso envolve estar a par das últimas tendências e desenvolvimentos tecnológicos, bem como ter uma compreensão clara dos problemas específicos que a IA pode resolver dentro de sua organização. Uma iniciativa que tenho percebido como bastante efetiva nesse sentido é a realização de Webinars ou Workshops executivos com foco e promover a compreensão ampla das possibilidades de aplicação de IA em um negócio específico e de avaliar o nível de alinhamento estratégico com os valores e cultura da organização. A formação e o desenvolvimento contínuo de competências em IA para a equipe de liderança e funcionários é igualmente importante.

Os problemas enfrentados na adoção de IA muitas vezes giram em torno de resistência à mudança, lacunas de competências técnicas e questões éticas e de privacidade. A resistência interna pode ser um grande obstáculo, pois mudar o status quo sempre envolve incerteza e risco. Nesse ponto uma comunicação clara conduzida em alinhamento com a alta direção das organizações tende a garantir que muito dos ruídos envolvendo a adoção de IA sejam extintos. Ações de comunicação junto aos gestores departamentais acabam por tornar os mesmos excelentes apoiadores nessa jornada não só contribuindo com oportunidade de uso de IA em seus departamentos, bem como engajando ainda mais colaboradores.

Outro importante fator de risco está associado a falta de habilidades técnicas dentro da equipe, o que pode retardar ou até impedir a implementação de soluções de IA. Questões éticas, como viés algorítmico e privacidade de dados, também são preocupações cruciais que precisam ser endereçadas de maneira transparente e responsável.

A abordagem mais adequada para a adoção de IA envolve uma estratégia clara e bem comunicada. Os gestores devem definir objetivos claros e mensuráveis para a implementação de IA garantindo o alinhamento com a visão estratégica e tática da organização. Isso inclui estabelecer uma infraestrutura robusta de dados e tecnologia, bem como parcerias estratégicas com provedores de tecnologia e consultorias especializadas nesse tema. Um roteiro detalhado para implementação, acompanhado de métricas de sucesso claras, ajuda a manter todos na organização alinhados e focados.

A cultura organizacional desempenha um papel crucial no sucesso ou fracasso da adoção de IA. Uma cultura que valoriza a inovação, a aprendizagem contínua e a adaptabilidade são mais propensas a abraçar as mudanças que a IA traz. Por outro lado, uma cultura resistente à mudança ou com baixa agilidade digital pode seriamente prejudicar os esforços de adoção de IA. Portanto, os líderes devem trabalhar ativamente para cultivar uma cultura que não apenas aceite, mas também incentive a experimentação e a adoção de novas tecnologias.

Por fim, lembre-se: a Jornada de IA é contínua e evolutiva. Os gestores devem estar preparados para iterar e adaptar suas estratégias conforme novos desafios surgem e novas oportunidades são descobertas. E até em alguns casos abandonar algumas opiniões previamente formadas. Isso envolve estar aberto a feedback e aprender com os erros, bem como celebrar os sucessos ao longo do caminho. Com uma abordagem informada, estratégica e culturalmente sensível, as organizações podem superar os desafios da adoção de IA e aproveitar ao máximo seu potencial transformador. A liderança C-Level, portanto, tem um papel fundamental em orientar suas organizações através desta emocionante, mas complexa, jornada tecnológica.

E na sua organização? Como gestor, que outros desafios você enxerga para adoção da Inteligência Artificial no dia a dia do seu negócio?

 

Homero Tavares
Diretor de Engenharia de Software e Inteligência Artificial da T.O. Brasil

veja mais:

Engenharia de Prompt em IA: Comunicar (bem) é preciso!

A Engenharia de Prompt em IA vem se tornando uma importante aliada nos negócios. Consiste em uma técnica vital no avanço da interação entre humanos e sistemas de inteligência artificial (IA). Saiba mais sobre esse tema lendo o artigo completo aqui em nosso blog.

Leia mais »